terça-feira, 23 de agosto de 2016

AÇÃO PARLAMENTAR:

George Soares pede providências para o abastecimento de água no conjunto Irmã Lindalva
O deputado estadual George Soares (PR) apresentou nesta terça, 23, requerimento na Assembleia Legislativa do RN pedindo ao governo do estado e a direção da CAERN que tomem providências para solucionar o problema do abastecimento de água do conjunto Irmã Lindalva, em Assú.

Segundo moradores, o conjunto está sem água de qualidade há 15 dias e em algumas torneiras, quando sai água, é de péssima qualidade. O deputado George fez um apelo a direção da CAERN.

“As crianças do conjunto Irmã Lindalva estão sem tomar banho, os afazeres domésticos, como lavar louça, estão comprometidos e essa situação não pode continuar no Irmã Lindalva. Mais de duas mil pessoas moram nessa localidade e não podem ficar sem o bem mais essencial para a vida: a água”, reivindicou o deputado George Soares.
--
Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual George Soares

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

DIA DO FOLCLORE:

CHICO DANIEL - O ASSUENSE QUE FEZ HISTÓRIA NO FOLCLORE BRASILEIRO
Francisco Ângelo da Costa - o popular Chico Daniel -, nasceu em Assu no dia 05 de setembro de 1941. Nunca sentou num banco de escola. O negócio de Chico era tocar pandeiro acompanhando um sanfoneiro e ao pai Daniel Ângelo – conhecido mamulengueiro na região. Aos 14 anos Chico aprendeu a esculpir e a manusear os bonecos e nunca mais deixou de “brincar” com seus mamulengos.

Ao longo de sua trajetória desenvolveu uma técnica muito específica em torno de sua brincadeira. Preparava tudo com muito zelo. Era o faz tudo: bonecos, figurinos, adereços, texto, oralidade, cenografia, além do improviso nos diálogos de seus bonecos dando "vida" aos personagens. 


Todas as narrativas eram histórias do cotidiano colhidas nos terreiros das fazendas durante a debulha de milho, histórias de trancoso, piadas... usava timbres de vozes e sotaques diferentes quase ao mesmo tempo. Dizia sempre: “A minha arte, quando eu chegar a falecer, quem vai ficar com ela são meus filhos”.

O escritor e folclorista Ariano Suassuna disse certa vez em Natal: “O melhor mamulengueiro do nordeste é daqui, Chico Daniel. Eu acho que ele é um ator extraordinário”.

Chico Daniel participou de festivais de mamulengos em quase todos os estados do Brasil e em vários outros países. Passou uma longa temporada em Portugal fazendo shows com seus ilustres bonecos de pau.

Era dessas sumidades incontestáveis. Alegrava crianças e adultos com as presepadas do negro Baltazar (filho adotivo do Capitão João Redondo) e de personagens que ganhavam "vida" nas mãos do mestre como: Dr. Pindurassaia, Etelvina, Boi Coração, Mestre Guedes, o Malandro de coca-cola, o Padre, Dr. João Bondado, Cassimiro Coco, Tenente Bezerra de Melo, Pedro Marinheiro, João Guedes, o Cachaceiro, entre outros.

Viveu por muitos anos em Natal, recebendo inclusive o título de cidadão natalense.

O mamulengueiro Francisco Ângelo da Costa - Chico Daniel, faleceu às 13 horas do dia 03 de março de 2007, vitima de um infarto. Foi sepultado no dia 04 de março no cemitério de Bom Pastor em Natal. Deixou 10 filhos e 30 netos além de uma grande quantidade de fãs, sobretudo entre os produtores de arte e cultura no Rio Grande do Norte.
Foto ilustrativa colhida no www.overmundo.com.br

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

EVENTO ESPORTIVO:

‘Toinho de Walter’ é homenageado na abertura dos JERNS 2016 
A 10ª etapa regional dos Jogos Estudantis do Rio Grande do Norte (JERNS) em Assú teve largada na noite desta terça-feira, 16 de agosto com a realização da cerimônia oficial de abertura na Praça São João Batista. Cerca de 2.400 alunos/competidores de atletismo, capoeira, karatê, judô, taekwondo, natação, jiu-jitsu, xadrez, tênis de mesa, futsal, futebol de campo, futebol society, futebol de areia, voleibol de duplas, e voleibol in door, provenientes das cidades de Assú, Campo Grande, Carnaubais, Triunfo Potiguar, São Rafael, Paraú, Itajá, Ipanguaçu, Angicos, Santana do Matos, Lajes, Afonso Bezerra, Pedro Avelino e Fernando Pedroza estarão participando da competição que é considerada uma das maiores do gênero no país como informa o coordenador da Codesp/RN, professor Gileno Souto.
A primeira delegação a entrar no Anfiteatro Prefeito Arcelino Costa Leitão foi a do Colégio do Futuro. O juramento do atleta foi proferido pelo aluno/atleta Carlos Eduardo, da Escola Municipal Professora Nair Fernandes, segundo colocado no Ranking Nacional de Taekwondo e atual campeão do Natal Open na categoria Cadete. Na avaliação do professor Túlio César de Medeiros Almeida a abertura dos JERNS foi um momento de integração de atletas, familiares e professores. As disputas dos JERNS acontecerão em vários espaços como o ginásio do CAIC, Arena Casa Forte, Estádio Edgarzão, Complexo Poliesportivo Deputado Arnóbio Abreu entre outros.
O ato considerado como ponto alto da solenidade vivenciada nesta terça-feira, a condução do fogo simbólico seguido do acendimento da pira olímpica, foi protagonizado pelo professor de educação física Carlos Antônio de Sá Leitão – ‘Toinho de Walter’ que também recebeu uma comenda pelos serviços prestados ao esporte assuense.
“Eu não esperava que viesse ser convidado para ser homenageado e acender a pira olímpica. É um momento de festa para a nossa cidade”, destacou o professor. A solenidade foi encerrada com uma apresentação cultural. Clique aqui e veja a galeria de fotos. 
Postado Fernando Caldas.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

POESIA:

O sopro do tempo não apaga
a chama do nosso amor


Na vida, aquilo que afaga
se faz profunda emoção,
as coisas do coração
O SOPRO DO TEMPO NÃO APAGA.
E é mesmo bom que não traga
algo que cause rancor
ou que nos lembre uma dor,
melhor louvar bons momentos
como aquece os sentimentos
A CHAMA DO NOSSO AMOR

Autor: João Celso Neto

Postado por Fernando Caldas 
Ilustração colhida no juanacorsina.wordpress.com

HISTÓRIA:


Isso mesmo, existe um museu totalmente indígena em terras potiguares, que é inclusive o primeiro museu indígena do Rio Grande do Norte.Ele fica localizado na cidade de Apodi que por sua vez fica na mesorregião Oeste Potiguar.
O museu é uma homenagem a uma guerreira indígena que foi brutalmente assassinada.
 
A apodiense Luiza Cantofa, assassinada na cidade de Portalegre/RN, no dia 03 de novembro de 1825.
Atualmente ele funciona provisoriamente na casa desta mulher
Uma pesquisadora apodiense chamada Lucia Maria Tavares, que é a Presidente do Centro Histórico-Cultural Tapuias Paiacus da Lagoa do Apodi (CHCTPLA), entidade mantenedora do Museu Luíza Cantofa.
Entre os seus principais objetivos, o museu quer resgatar a cultura indígena de Apodi

Dança dos índios Tapuias Paiacus, primeiros habitantes de terras apodienses (Foto: Ecoarte.info) E não só isso:
Resgatar e preservar a cultura indígena dos Tapuias Paiacus, porque eles foram um marco histórico na formação do município de Apodi;
Promover e apoiar ações que contribuam para o resgate, divulgação e valorização da arte e da cultura indígena;
Estimular a parceria, o diálogo local e solidariedade entre os diferentes segmentos sociais, participando junto a outras entidades de atividades que visem interesses comuns;
Apoiar, bem como promover, ações sustentáveis que contribuam para a preservação ambiental, de modo especial, da Lagoa do Apodi, que em suas margens foram realizadas atividades como plantação, pescaria, dentre outras pelos referidos nativos, de onde veio as surgir a cidade.
Ele abriga várias peças e artefatos feitos pelos índios primeiros donos da terra.
Os Tapuias Paiacus foram os primeiros habitantes das terras apodienses.
Que trabalho excelente, hein? Parabéns. 
Para visitar o Museu do Índio Luíza Cantofa, agende a sua visita pelo número (84) 99914-2282.
De: Curioso - Enviado pelo galadinho Francisco Veríssimo de Sousa Neto
Postado por FERNANDO CALDAS.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

LUTO:


O deputado estadual George Soares (PR) vem, através de nota pública estampada nas redes sociais e canais de comunicação em geral, externar seu pesar pelo falecimento, neste domingo (14), da grande educadora assuense, professora aposentada do Departamento de Letras, do Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão, da Universidade do Estado do RN (UERN), em Assú, Maria de Lourdes Dantas Freire, conhecida por Lourdinha Calixto.
“Nossa solidariedade à família da professora Lourdinha que deixou três filhos, Deus a receba em paz”, escreveu George Soares, que apresentará moção de pesar na Assembleia Legislativa do RN.

AÇÃO PARLAMENTAR:

Um paulista, o empresário Luiz Roberto Maldonado Barcelos; e um mineiro, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do RN (FAERN), José Álvares Vieira, são os dois mais novos cidadãos norte-rio-grandenses.
Os títulos foram entregues em Sessão Solene realizada no plenário da Assembleia Legislativa do RN, na manhã desta segunda-feira (15), por proposição do deputado George Soares (PR), relata informação da assessoria de imprensa da ALRN.
“Eles agora passam a ser nossos irmãos, pelos relevantes serviços prestados ao Rio Grande do Norte, numa justa homenagem desta Casa. São dois senhores que nasceram em outros estados e estão dando uma grande contribuição para o desenvolvimento do nosso RN”, destacou o deputado George Soares.
O empresário Luiz Maldonado, novo cidadão potiguar, é sócio fundador da empresa agrícola Famosa, maior exportador de frutas do Brasil e maior exportador de melão no mundo.
Ao agradecer pelo título recebido ele destacou o tratamento que é dado aos trabalhadores da empresa, que hoje chega a 8.200 trabalhadores.
“Hoje é um dia de muita alegria e orgulho para mim por receber essa homenagem. Há 21 anos viemos para o RN e temos contribuído para o desenvolvimento sócio econômico do Estado, pois geramos emprego e renda em pleno semiárido do Nordeste. Contamos atualmente com mais de oito mil colaboradores, o que nos dá uma satisfação muito grande”, disse o empresário Luiz Roberto Maldonado.
O outro homenageado, José Vieira fez um histórico das suas atividades no agronegócio do RN, destacando a capacidade de produção da área rural do Estado.
“Esta honraria reforça um pensamento que frequentemente expresso aos meus amigos. Não se escolhe onde se nasce. Escolhe-se onde se quer viver. Quis e quero viver no RN, esta maravilhosa terra que me acolheu de braços abertos. Aqui estou em casa, estou na minha terra”, afirmou José Vieira.
O secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca (SAPE), Guilherme Saldanha, que na solenidade representou o governador Robinson Faria (PSD), parabenizou o deputado George Soares pela iniciativa para “homenagear os lutadores pelo agronegócio no semiárido do Nordeste, uma coisa que não é fácil”. A mesa dos trabalhos da ALRN contou com a presença de George Soares, Hermano Morais (PMDB), secretário Guilherme Saldanha, dos homenageados Luiz Roberto Maldonado e José Vieira e do presidente da Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio/RN), Marcelo Queiroz.
Foto: João Gilberto/Assecom ALRN